23 nov 2018

Como construir um site de coaching que converte simples visitantes em clientes

Como construir um site de coaching que converte simples visitantes em clientes
Compartilhe!

Um site de eficiente é um dos fatores mais importantes no sucesso de qualquer tipo de negócio, seja para profissionais que trabalham por conta própria ou para uma organização. Não importa o tipo de negócio, hoje em dia é quase que inaceitável um profissional ou empresa não fazer parte do mundo digital. Com o mercado cada vez mais acelerado nesse sentido e com os clientes cada vez mais informados sobre as várias opções disponíveis na internet, são inúmeras as desvantagens de quem ainda não atua de alguma maneira através da internet.

Os prejuízos de quem ainda não tem presença na internet vão desde a perda da possibilidade de descoberta de novas oportunidades para seu negócio, o não conhecimento das maiores necessidades dos seus clientes, a falta de relacionamento com os clientes através de pesquisas e feedbacks, a falta de relevância para sua marca e o não conhecimento de seus produtos ou serviços.

No meio de tantas possibilidades de se atuar no mundo digital, vamos tratar neste artigo a respeito do site para seu negócio. De forma mais específica, um bom site para coach. Isso não quer dizer que só serve para coach. Várias dessas orientações são boas práticas que servem para sites de qualquer nicho de mercado.


O site do seu negócio é como se fosse a sua “casa no mundo online”, ou melhor, a sua empresa. É para ele que seus potenciais clientes captados através das redes sociais e pesquisas nos buscadores de internet serão direcionados para se informarem de uma forma mais detalhada sobre seu negócio, seus produtos e serviços. Nele as regras são suas!

“Mas eu tenho uma página no Facebook com vários seguidores e funciona muito bem para mim.”

“Eu consigo vender pelo Instagram perfeitamente! Não preciso de um site.”

É importante lembrar que as redes sociais têm suas regras próprias de funcionamento, que podem mudar do dia para a noite sem que você seja sequer consultado. Simples assim. Com essas condições, é muito arriscado apostar todas as fichas do seu negócio somente nessas plataformas. Basta olhar para alguns anos atrás e se lembrar de quão famoso era o Orkut e que nesse mesmo período nem se imaginava em Instagram.

Uma vez entendido sobre alguns motivos e vantagens para se ter um site próprio, vamos ao que interessa, começando pela primeira página do seu site!

Uma página inicial envolvente cria instantaneamente confiança e conectividade, o que é absolutamente essencial na relação entre um coach e um cliente em potencial. Por outro lado, você pode perder potenciais clientes se o site for chato, mal projetado ou simplesmente não ajudar o público-alvo.

Recentemente, a revista estadunidense de negócios e economia Forbes, pediu a 12 membros do Forbes Coaches Council que compartilhassem suas ideias sobre o design de um site que envolvesse e convertesse os usuários de internet em potenciais clientes. Se você está construindo sozinho ou contratando um web designer para ajudar, aqui está o que você precisa ter em mente na hora de planejar o seu site.

1. Inclua uma call to action clara e visível

Certifique-se de que você tenha uma chamada para ação (CTA – Call to Action) clara e fácil de ser vista em sua página inicial. Por exemplo, peça a seus potencias clientes que visualizem seu site para "solicitar uma sessão experimental". Certifique-se de que esta chamada para ação se destaque e esteja no topo da sua página inicial. Isso facilita e estimula que seus potenciais clientes falem com você diretamente, aumentando as chances de experimentarem o que você tem a oferecer.

Veja como a uWork, agência de marketing digital, decidiu utilizar seus botões de CTA. Foi considerado tanto uma cor que se destacasse quanto o texto do CTA, que simplesmente diz “Quero agendar uma consultoria grátis”. Também foi escolhido colocar o botão do CTA acima do menu de navegação principal de seu site. Isso permite que o usuário encontre o botão a partir do momento em que ele chega na página.

Ainda não tem um site?

Agende agora mesmo uma reunião online
e gratuita com um especialista.

2. Coloque-se no topo dos resultados de busca da internet com boas práticas de SEO

Na hora de construir seu site, não se preocupe somente com o design que ele terá, se será o mais lindo dos sites da internet. Essas são questões muito importantes, afinal de contas estamos falando de alguns segundos que você terá para reter a atenção de novos visitantes. Mas, dê atenção também ao conteúdo que seu site irá oferecer e na qualidade desse conteúdo para seu público. Um bom conteúdo escrito com padrões de SEO pode se destacar no meio de tantos outros conteúdos em uma busca de internet de forma incrível. Para fazer isso acontecer, busque por referências em outros sites, tenha sempre um bom conjunto de palavras-chave que fazem sentido para seu público e principalmente, ajude sempre seu público com soluções ou esclarecimentos para problemas específicos através desse conteúdo.

3. Inclua vídeos

mulher criando videos para a internet

O vídeo é uma das melhores coisas que você pode adicionar ao seu site para transformar os visitantes do seu site em clientes, e atualmente tem sido a base no plano de marketing de muitos negócios de sucesso (não somente em seu site como também em redes sociais). Você pode educar o público com temas relacionados aos serviços que você realiza e eventualmente, apresentar para eles uma solução (sempre no momento oportuno). Além da versatilidade de poder usar o vídeo em mais de uma plataforma, seja seu site ou redes sociais onde você atua, com o vídeo você também pode criar post para seu blog e redes sociais através da transcrição do áudio.

Artigo relacionado: 7 Dicas para criar roteiro de vídeos na internet.

4. Crie um funil de vendas

jornada de compra do cliente

Aprofunde cada vez mais o seu relacionamento com os visitantes do seu site levando-os para um outro tipo de segmentação de seu público. Para isso, construa funis de vendas para converter visitantes do seu site em potenciais clientes e vendas futuras. Por exemplo, digamos que alguém leia uma postagem de blog no seu site. Dê a oportunidade de optar por deixar algum tipo de contato para você.

Você pode fazer isso pedindo o e-mail deles em troca de algum produto digital gratuito que você oferece (como um e-book) ou você pode fazer uma chamada para que participem de uma lista VIP de clientes. Assim, você começará a ter uma lista de e-mails de potenciais clientes para seu negócio.

Em seguida, use esta lista para enviar por e-mail uma série de conteúdos mais aprofundados que construa maior confiança com essas pessoas e em um momento oportuno, ofereça uma possibilidade de compra de um curso ou serviço que você oferece. Sempre pense no próximo passo para os clientes em potencial depois que eles visitarem seu site.

Esse processo depende de vários fatores para ser bem executado. Tenha uma estratégia bem definida e se ficar com muitas dúvidas, procure a ajuda de um especialista em funil de vendas.

Artigo Relacionado: As 4 etapas infalíveis do Inbound Marketing

5. Ganhá-los com a parte superior da sua página inicial

As primeiras impressões são tudo, especialmente na internet. Tanto do computador quanto no dispositivo móvel, as informações e imagens que aparecem quando acessa seu site são os componentes mais importantes para fazer com que eles permaneçam e mergulhem mais a fundo no seu conteúdo. O conteúdo da sua tela inicial deve ser atraente o suficiente para que eles possam ser guiados a um objetivo do seu site.

6. Deixe claro o que você é capaz de resolver

Deixe muito claro que você entende os pontos problemáticos de seus possíveis clientes e está pronto para resolvê-los. As pessoas vão contratar seu serviço porque têm perguntas que precisam de respostas e problemas que precisam ser resolvidos. Use seu site para abordar alguns desses pontos problemáticos para esse público. Deixe claro que você tem as qualificações, experiência e conhecimento para ajudá-los a avançar.

7. Seja móvel e amigável

site responsivo

Os dias de olhar para a nossa "tela grande" para pesquisar e adquirir serviços de coaching estão diminuindo rapidamente. Mesmo as gerações mais velhas estão usando dispositivos móveis e tendo a massiva presença das novas gerações envolvendo o mundo online completamente em seus smartphones. Verifique se seu site estará otimizado para celular. O conteúdo que não é amigável para telas pequenas é visto como antiquado e desativa rapidamente clientes em potencial, além de não ser bem visto aos olhos dos mecanismos de buscas como o Google. Preocupe-se com questões como a velocidade com que seu site será carregado e se será fácil de ser usado mesmo em telas muito pequenas.

Criação de sites responsivos.

Solicite um orçamento agora mesmo.

8. Conecte-se profundamente com clientes em potencial

storitelling

Conecte-se à sua história, aos seus desafios, ao seu potencial. Conecte-se à sua humanidade! Conte sobre suas experiências e situações de vida que fazem sentido para seu público. As pessoas que interagem com você através das redes sociais e chegaram até seu site por exemplo, querem ver mais sobre você e sobre o que você tem a oferecer para elas. De alguma maneira, se identificaram com seu jeito e sua forma de se expressar. Elas querem ver um site que seja da mesma pessoa as atraiu para lá. Tenha um site que reflete a sua personalidade através dos textos e imagens. Mostre como você conhece seu público quase que de forma pessoal e como você pode atendê-los usando narrativas que iluminam sua própria história, com conteúdo valioso que provoca pensamento e um chama para ação. Quando nos sentimos vistos e conhecidos, nos envolvemos mais.

9. Dê uma oferta gratuita

ebook

Oferecer uma oferta gratuita atraente, como um download de áudio, e-book ou um vídeo exclusivo que forneça informações valiosas com as quais o seu público-alvo se preocupa. É uma ótima maneira de capturar endereços de e-mail e leads futuros. É importante ter uma base de e-mail do seu público para que você continue atingindo essas pessoas com conteúdos mais profundo e oferecendo seus serviços e produtos somente para que está realmente interessado em comprar algo de você.

10. Fuja do jargão

 

Muitas indústrias e profissionais estão se afogando no jargão. Lembre-se de quantas vezes você se baseia em acrônimos, jargões e palavras-chave do setor em seu site. As pessoas que visitam seu site estão procurando mais informações sobre seu negócio, e ser claro é fundamental para mantê-las lá. Certifique-se de falar claramente e a serviço do cliente. Lembre-se, o seu site não é para você, é para eles!

11. Dedique alguma atenção à estética

 

Como já vimos anteriormente, a aparência do seu site pode reforçar ou diminuir sua credibilidade, profissionalismo e relevância na internet. Embora o conteúdo e a call-to-action de um site sejam importantes, a estética ainda é muito importante. Você pode ter excelentes credenciais e experiência como coach, mas se o seu site parecer pouco profissional, mal projetado, inconsistente, confuso ou amador, isso prejudicará sua marca. Peça sempre a opinião das pessoas em relação a essas questões também. Fale abertamente com seu público e pergunte por exemplo o que eles acham que pode melhorar em seu site. Se não se sentir seguro o bastante para realizar alterações, não pense muito para contratar um especialista para dar aquela boa arrumada no visual do seu site e seus produtos digitais. Esse é sem dúvidas um investimento que deve a considerado e lhe trará grades resultados.

12. Atualizar, otimizar e monitorar continuamente seu site e seu conteúdo

O sucesso do site não é apenas sobre uma coisa; é uma combinação de várias ações executadas simultaneamente que transformam potenciais clientes em clientes reais. Atualize seu conteúdo de maneira consistente, verifique se o site foi projetado para a experiência ideal do cliente e para dispositivos móveis e monitore insights obtidos por ferramentas gratuitas de análise como o Google Analytics e as ferramentas oferecidas pelas redes sociais.

Compartilhe!