31 out 2018

8 maneiras de melhorar seu site para seus clientes

8 maneiras de melhorar seu site para seus clientes

Os sites evoluíram para algo muito mais do que apenas texto e informações em uma página. Com a evolução da internet e meios de comunicação, os sites deixaram há muitos anos atrás, de ser somente um meio de publicação de conteúdo e passaram a ser também um local muito mais colaborativo, onde seu público alvo interage com ele e se relaciona diretamente com seu empresa, podendo ter uma boa ou uma má experiência e impressão do seu negócio.

Os usuários de hoje esperam que seu site os entretenha, ofereça qualidade, seja rápido, adaptado para ser visualizado nos celulares e ofereça uma experiência geral intuitiva e confortável. Tudo, desde a estética do seu site até o posicionamento dos seus CTAs (Call-to-Action: chamadas para algum tipo de ação do seu usuário para algum objetivo do seu site), pode afetar o tempo que os visitantes permanecem na sua página. Felizmente, existem algumas ações que podem ser tomadas dentro do seu site para conseguir atingir essas metas e tornar o seu site muito mais fácil de usar.

Neste artigo, mostrarei oito ideias para você começar a tornar seu site mais fácil de usar. Conforme você for lendo, tente visualizar cada etapa sendo aplicada em seu site. Sinta-se livre para adaptá-las conforme a sua necessidade. Vamos lá!


 

1. Ouça seus usuários.

Tudo o que você faz em seu negócio no mundo online deve ser pensando sempre na sua audiência. Pense em perguntas do tipo “Se eu fosse o cliente, o que eu gostaria de ver nesse site? Qual conteúdo atende mais rápido a minha necessidade? Afinal de contas eu estou com pressa e não tenho muito tempo pra ficar procurando coisas nesse site.”

Na correria do dia a dia, muitas coisas tiram a atenção das pessoas, e quando se trata do mundo online, isso acontece de forma muito mais fácil. Portanto, tente facilitar a vida dos seus clientes! Saber a resposta para essas perguntas não deve ser algo intuitivo. Ao invés de achar o que seus clientes gostam ou querem que você melhore, seja mais prático e assertivo.

Reserve um tempo para perguntar a seus visitantes regulares o que eles gostariam de ver em sua página. Receber informações diretamente de seu público-alvo permitirá que você descubra elementos ausentes que talvez você não veja por conta própria. Os usuários geralmente sabem exatamente do que não gostam em um site. É seu trabalho levar esses comentários e transformá-los em pontos positivos para seu negócio, corrigindo todos os recursos que seus visitantes não gostam.

Quando você coloca o usuário no centro do seu design e conteúdo, seu site se tornará automaticamente mais fácil de usar. Alguns anos atrás, a ESPN.com pediu informações de seus visitantes regulares sobre o que eles deveriam adicionar ao redesenho de sua página inicial. Eles ouviram, adicionaram muitos dos elementos mencionados e viram um aumento de 35% na receita. Observe como os elementos de design que os usuários mais gostariam de ter.

 

espn.com

 

2. Site mais rápido!

Os usuários de internet esperam que seu site seja carregado na velocidade da luz, mesmo em dispositivos móveis. Cerca de metade deles esperam que um site carregue em dois segundos, caso contrário, abandonam um que não carregue após esse tempo. A velocidade realmente importa quando se trata de manter os visitantes em seu site para que eles possam ver se querem ver seu conteúdo e posteriormente fazer negócios com você.

Existem algumas ferramentas que permitem verificar a velocidade do seu site, incluindo o Pingdom e o Page Speed ​​Insights do Google. Esses sites também oferecem dicas sobre como acelerar seu site. Duas coisas simples que você pode fazer para começar são verificar a velocidade do seu servidor e otimizar as imagens.

Existem diversas técnicas para melhorar a velocidade do seu site. Se você não souber como fazer isso, procure ajuda de um especialista. Caso, queira falar com um especialista nesse assunto, clique aqui e agende uma reunião online gratuita com um especialista. Ele irá analisar seu site e lhe dizer o que pode ser feito para melhora!

 

3. Fornecer informações detalhadas.

Quando um visitante do site acessa sua página, ele deseja obter as informações necessárias para tomar uma decisão informada sobre seu produto ou serviço. Provavelmente ele já fez uma pesquisa no Google ou nos mecanismos de busca de internet sobre o assunto ou viu algum anúncio seu na internet para chegar até seu site – SAIBA COMO ANUNCIAR NA INTERNET. Se o visitante tiver que procurar demais por essa informação em seu site, pode presumir que você está escondendo alguma coisa ou ficar frustrado e sair para o site de um concorrente. Lembre-se, você tem somente alguns segundos da atenção dele. Quanto mais detalhado e acessível você exibir as informações sobre o que você tem a oferecer, melhor para todos.

Veja o guia de compras da Medical Guardian. Eles entendem que alguém procurando um dispositivo de monitoramento médico provavelmente tem preocupações sobre a eficácia do dispositivo. Afinal, você está colocando a vida do seu amado em suas mãos. Eles fornecem um guia de compra detalhado para seus clientes, que responde a quaisquer dúvidas que o consumidor possa ter, incluindo o custo de um sistema de alerta médico, o suporte, as certificações do centro de monitoramento e até mesmo como a instalação funciona.

 

medical-guardian

4. Torne a navegação intuitiva.

Quando um visitante acessa um site, ele geralmente procura o menu de navegação para se orientar dentro da página. O menu de navegação é essencial porque acompanha o visitante do site durante toda a sua jornada dentro do site e serve como uma ferramenta para voltar à páginas anteriores.

Ao mesmo tempo, você precisa limitar o número de itens em seu menu de navegação para que ele não fique excessivamente volumoso. Isso vai acabar causando um efeito contrário e confundindo mais a vida do seu usuário do que ajudando. Você também deve colocá-lo no mesmo local em todas as páginas. Periodicamente, realize alguns testes A / B com seu menu, tentando posições ligeiramente diferentes, organização de guias e até mesmo redação e veja de fato o que melhor funciona para seu público. Novamente, o seu público é quem dirá por meio da navegação ou pesquisas o que é melhor para eles.

 

5. Cuidado com as cores

Escolha as cores para o seu site com cuidado. Você precisa de um equilíbrio perfeito entre beleza e clareza. Não apenas sua paleta de cores precisa fazer sentido de acordo com seu negócio, mas o contraste entre o fundo e o texto precisa ser suficiente para que o visitante possa ler o texto com facilidade e não sobrecarregar os olhos.

Veja as cores fortes que o Museu Van Gogh usa em seu site. O pop de vermelho e as cores vibrantes na pintura usada para o fundo chamam a atenção do usuário. Como o negócio aqui é arte, o site pode ser um pouco mais criativo nas cores que usam, combinando cores diferentemente do que um tipo negócio mais conservador, como o setor bancário, clínica, escritório de advocacia, provavelmente não usaria. Essa combinação funciona bem para este público que é bem específico. Embora o texto branco no plano de fundo parcial não funcione bem, o restante do site está é harmônico.

Sites como o Coolors, Adobe Color e o Colourlovers, podem te ajudar na combinação ideal para as cores do seu site. Mas se você quer realmente tornar seu site agradável aos olhos de todos, procure o apoio de um especialista no assunto, no caso, um web designer. Esse profissional tem um conhecimento muito mais profundo e que realmente irá gerar um ótimo resultado para você. Para falar com um especialista em design para web, clique aqui.

 

Museu-Van-Gogh

 

6. Melhore o layout do seu site

Tenha em mente que muitos usuários agora acessam sites por meio de celulares e tablets. Cerca de 80% dos usuários da Internet possuem um smartphone e estão gastando cada vez mais tempo acessando a internet através de seus celulares, especialmente pela mobilidade e porque os custos de dados diminuem e os dados ilimitados são o padrão.

Com isso em mente, ter um layout responsivo (que é desenvolvido para dispositivos móveis) se torna ainda mais crítico. Seu site fica bem em computadores e dispositivos móveis? Não necessariamente tem que ser igual. Afinal de contas, a experiência de um usuário de computador é diferente da experiência de um usuário de celular. É mais importante que os usuários de dispositivos móveis possam ver as coisas sem precisar ficar se virando para navegar no seu site. Facilite a vida deles!

 

7. Preste atenção aos CTAs (Call-To-Action)

CTA é um acrônimo para Calls-To-Action, o que significa a “chamada à uma ação”. Ou seja, são links ou funções de uma página que levam os usuários a realizar ações. Os tipos de CTAs variam de página para página e podem ser links de navegação, links para compras, links para formulários de inscrição, etc. Você tem fortes Calls-To-Action (CTAs) em suas páginas em locais que fazem sentido? Os visitantes do site que decidirem comprar ou se inscrever em sua lista de e-mails querem saber como dar o próximo passo. Simplifique isso usando um CTA forte e fácil de localizar.

Veja como a uWork, agência de marketing digital, decidiu utilizar seus botões de CTA. Eles consideram tanto uma cor amarela que irá aparecer em segundo plano quanto até mesmo o texto do CTA, que simplesmente diz “Quero agendar uma consultoria grátis”. Eles também escolheram colocar o botão do CTA acima do menu de navegação principal de seu site. Isso permite que o usuário encontre o botão a partir do momento em que ele chega na página.

 

uwork

 

8. Aprimore sua página de contato.

Se você não tem uma maneira direta para que os consumidores entrem em contato com você, corre o risco de perder a confiança daqueles que acessam sua página. Cerca de 51% das pessoas afirmam que as informações de contato completas são algo que muitos sites estão falhando. Se o seu contato for simplesmente um e-mail, considere reforçar essas informações.

Quanto mais maneiras você permitir que um usuário entre em contato com você, melhor. Considere adicionar um número gratuito, uma opção de bate-papo ao vivo, uma base de conhecimento ou um fórum de usuários. Todos esses fatores agregam credibilidade ao seu site.

 

Lembre-se. Seu site deve ser fácil de usar.

Essas oito coisas tornarão seu site mais fácil e melhor para seus clientes, mas a chave para um site com boa experiência de usuário é fazer melhorias de maneira consistente. Nunca pare e sempre vá em busca de ajuda para melhorar. Reserve um tempo para perguntar a seus clientes quais melhorias em seu site poderiam ser feitas os ajudarem. Lembre-se de que as ferramentas úteis para um site de comércio eletrônico serão diferentes daquelas úteis para um blog.

Teste tudo e tente ver o seu site através dos olhos do seu público-alvo. Assim, seu site se tornará mais fácil de usar e, potencialmente, levará a mais vendas ou novos clientes.

Existe alguma experiência do usuário que você deve ter em mente ou alguma informação que não ficou muito clara? Conte sobre isso nos comentários ou entre em contato com a gente para saber mais. Bom trabalho!

Se você acha que este post te ajudou, deixe um comentário para nós e compartilhe com pessoas que você acha que pode ajudar também!

 

RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://www.uwork.me/oito-maneiras-de-melhorar-seu-site-para-seus-clientes">
Twitter
LINKEDIN

Tenha seu site em até 30 dias
com design moderno, atraente e fácil de usar.

Nossos sites são desenvolvidos para serem responsivos.
Smatphones, tablets e computadores...
Você sempre aparece para seu público!

Siga nossas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.